Eliza Samudio mostrou o bebê para Bruno em Minas

Eliza Samudio mostrou o bebê para Bruno em Minas

Na quinta, goleiro disse que recebeu bebê de um amigo, sem mencionar Eliza.

No último contato com Eliza Samudio, desaparecida há quase um mês, uma amiga de São Paulo conta que a jovem estava bem e feliz. ?Ela disse pra mim que estava em Minas Gerais e que o Bruno tinha acabado de pegar o bebê com ela para levar para a família dele conhecer?, diz ao G1. A amiga pede para que seu nome seja mantido em sigilo.

Na quinta-feira (1º), o goleiro Bruno disse que Eliza tinha deixado o filho com um amigo seu, conhecido como Macarrão, para resolver questões pessoais. ?Estive com ela [Eliza] há uns dois, três meses atrás, quando fui conhecer a criança. Quando a criança chegou até a mim eu estava no sítio. O meu funcionário que trouxe para mim?, diz Bruno.

Depois dessa ligação, que, segundo a amiga, teria ocorrido entre 7 e 9 de junho, Eliza não foi mais localizada. A amiga não sabe dizer em que lugar Eliza estava hospedada em Minas.

Eliza teve um relacionamento com o goleiro Bruno, do Flamengo, no ano passado, e tentava provar na Justiça a paternidade do filho, que seria do jogador. O atleta é suspeito de envolvimento no desaparecimento de Eliza.

A amiga conta que conheceu Eliza por meio de uma colega em comum. ?Ela estava passando um sufoco e essa amiga em comum pediu que eu a ajudasse a encontrar um lugar para ficar. Pedi autorização para minha mãe, que a recebeu muito bem?, afirma.

Eliza morou com a mãe da amiga por cerca de 10 meses. Ela já estava grávida e passou os primeiros meses de vida do filho com a senhora, antes de desaparecer. ?Fui eu que levei Eliza para o aeroporto no dia 13 de maio. Ela foi para o Rio de Janeiro e, segundo o que nos contou, estava em contato com um amigo do Bruno. Ela mesma comprou a passagem. Eu falei pra ela não ir, mas ela decidiu.?

O objetivo de Eliza, segundo a amiga, era fazer um acordo com o jogador, no Rio. ?Ele disse a ela que faria o teste de paternidade.? No Rio, Bruno teria visitado Eliza e a criança. ?Ela comentou comigo que ele foi ver o bebê quando ela estava em um hotel e até pediu o álbum da criança. Ela contou também que ele sugeriu que ela morasse no Rio de Janeiro porque era difícil ele ir para São Paulo?, afirma.

A amiga conta que, no último contato que teve com Eliza, ela disse que pretendia voltar em poucos dias de Minas para São Paulo para pegar roupas do filho. ?Depois que ela me contou isso, perguntei se a criança estava bem. Ela disse que sim, que o Bruno tinha passado para pegar a criança e levado para a família dele ver. Disse com essas palavras, super calma, normal?, diz.

Depois disso, a amiga conta que não conseguiu mais falar com Eliza e que recebeu, ?em choque?, a notícia do desaparecimento pela imprensa.

"Só Deus vai dar uma luz para sabermos onde ela está. Só sei dizer que ela jamais iria deixar o filho sozinho. Ela era uma mãezona, não deixava ele para nada, era uma boa mãe", afirma. A amiga diz que falou à polícia de São Paulo, por telefone, sobre seu último contato com Eliza.

Fonte: g1, www.g1.com.br