Empregada é presa após envenenar idoso colocando chumbinho em açaí

Mulher teria servido açaí com "chumbinho" ao aposentado, que morreu. Vítima havia registrado queixas contra ela à Delegacia do Idoso.

Uma mulher de 46 anos foi presa na última quarta-feira (9), em Belém, suspeita de matar por envenenamento um idoso de 73 anos. Segundo a polícia, ela teria usado veneno de rato, conhecido popularmente como "chumbinho", no açaí para matar o patrão.

A causa da morte por envenenamento foi diagnosticada pelo Instituto Médico Legal (IML), que encontrou resíduos do mesmo veneno nas vasilhas plásticas usadas para servir a bebida ao aposentado. A mulher trabalhava há 11 anos na casa do idoso.

Em depoimento à polícia, ela disse que nunca serviu o alimento à vítima e negou a acusação. Porém, nas fotos retiradas de um vídeo feito pelo circuito de segurança da residência onde o idoso morava, ela aparece na cozinha manuseando as vasilhas nas quais seria servido o açaí. As imagens foram gravadas dois meses antes do crime.

O idoso morreu no dia 7 de maio, e na mesma data, ele tinha uma audiência na Delegacia do Idoso, onde já havia registrado boletins de ocorrência desde 2012, por agressão e extorsões que teriam sido feitas pela acusada.

"A vítima fez uma ocorrência na Delegacia do Idoso contra maus-tratos porque ela vivia há um tempo com ele, e ele pediu para que ela saísse da casa, e ela começou a pedir certas quantias em valores. A forma que ele encontrou foi de fazer ocorrências contra ela para tentar, de uma certa forma, fazer com que ela saísse da casa. Porém, na primeira vez em que ele foi para a delegacia, teve um problema estomacal que fez com que não fosse, e na segunda vez, em que era para ele comparecer à delegacia, ele morreu", explicou o delegado Eduardo Rollo.

Fonte: G1 Globo