Corregedoria investiga 380 suspeitas de conduta indevida de policiais no PI

Um dos casos investigados pela Corregedoria é a ação de policiais militares durante o assalto à agência do Banco do Brasil de Miguel Alves

De janeiro a maio deste ano a Corregedoria da Polícia Militar do Piauí já baixou 380 portarias para investigar a conduta indevida de policiais da corporação na capital e no interior do estado.

Segundo a PM, Em casos como esses, normalmente o policial é afastado de suas funções e, em muitas circunstâncias, até da cidade ? tudo para que a apuração seja feita com isenção e imparcialidade.

Um dos casos investigados pela Corregedoria é a ação de policiais militares durante o assalto à agência do Banco do Brasil de Miguel Alves, em 30 de abril. O caso, que envolveu um confronto entre policiais e bandidos, gerou um inquérito policial militar, que está atualmente em fase de apuração.

Em 2012, a corregedoria instaurou 1508 procedimentos. Entre eles estão inquéritos, processos administrativos e flagrantes. No mesmo ano, foram aplicadas 68 punições. Cinco PMs foram expulsos da corporação e dois passaram por reforma administrativa.

Acompanhe a reportagem de Suzy Sousa

Fonte: Dowglas Lima