Em rebelião em penitenciária, sete presos morrem e 11 ficam feridos

Durante o conflito, os presos queimaram colchões e objetos. Ao todo 11 pessoas ficaram feridas e nove morreram

Sete detentos morreram na madrugada desta segunda-feira (11), na Casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL I), em Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza, segundo a Secretaria de Justiça do Ceará (Sejus). Segundo a Polícia Militar, as mortes ocorreram durante uma briga entre grupos criminosos de duas alas de um pavilhão começou após o horário de visita.

Durante o conflito, os presos queimaram colchões e objetos que encontravam-se dentro e fora das celas. Os feridos foram encaminhados para o Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro.

Ao todo 11 pessoas ficaram feridas, nove deles estão em estado grave com 40% do corpo queimado. Segundo o cirurgião do centro de queimados do IJF, Francisco das Chagas Ley, os presos feridos estão em estado grave e inspiram cuidados. "São pacientes graves que inspiram cuidados, já que a área lesada é mais de 40% em média. Praticamente todos estão conscientes, mas merecem atenção redobrada da nossa equipe. Apenas um está desorientado, pois sofre com abstinência de drogas.

Fonte: G1