Em três  dias, duas mulheres são estupradas em vans irregulares

Em três dias, duas mulheres são estupradas em vans irregulares

Uma das vítimas disse à polícia que passou horas em poder do agressor

Em três dias, dois casos de estupros a passageiras que utilizaram o transporte pirata foram registrados no DF e no Entorno. O último deles aconteceu neste domingo (12), quando uma mulher, de 26 anos, entrou em uma van que fazia transporte clandestino.

O destino final seria a Rodoviária de Planaltina, região administrativa do DF. Ela foi levada para um matagal pelo motorista e estuprada, segundo a polícia. A vítima foi abanada no Jardim Roriz.

Outro caso investigado foi registrado na última sexta-feira (10), no Ciops (Centro Integrado de Operações e Segurança) de Planaltina (GO), cidade do Entorno do DF. A vítima tem 17 anos, e teria sido abordada por um motorista do transporte pirata na região do Jardim Paquetá e ficado sob o poder dele durante toda a noite.

A própria vítima foi quem pediu ajuda dos policiais, assim que conseguiu se livrar do criminoso, que fugiu após o crime.

Em janeiro deste ano, outro caso semelhante foi registrado no DF. Uma menina de 13 anos foi estuprada após entrar em um carro que supostamente fazia transporte pirata no Paranoá, região administrativa de Brasília. De acordo com informações da polícia, no meio do caminho o motorista teria parado o veículo e levado a garota para um matagal, onde teria forçado relações sexuais.

Fonte: r7