Empregada diz à polícia que patroa enfiou agulhas e bateu em bebê

A criança foi levada ao pronto-socorro com dores nas nádegas

A polícia de Lençóis Paulista investiga uma empresária da cidade suspeita de maltratar o filho da ex-empregada dela, uma criança de um ano e oito meses. No domingo (22), a criança foi encontrada com agulhas pelo corpo e ferimentos na cabeça. O Conselho Tutelar levou a criança para um abrigo. Segundo uma das conselheiras, a criança passa bem.

Na madrugada de domingo, a empregada e a patroa se reuniram com a cunhada da dona da casa para tomar cerveja. Segundo a polícia, em determinado momento a mãe deixou o filho sozinho com a patroa e saiu para comprar mais bebida. Quando ela retornou, encontrou a criança com vários ferimentos na cabeça e manchas de sangue na roupa de cama.

A criança foi levada ao pronto-socorro com dores nas nádegas. Uma radiografia revelou duas agulhas no local. O delegado Luis Cláudio Massa diz que vai investigar se a criança foi vítima de algum ritual. "Vamos tentar saber se foi bebedeira, maldade ou coisa maior por trás", afirma.

Fonte: g1, www.g1.com.br