Empresário é condenado a 58 anos por assassinato de ex-mulher e cunhada

Empresário é condenado a 58 anos por assassinato de ex-mulher e cunhada

O empresário foi condenado por homicídio duplamente qualificado

Um empresário de Piracicaba, a 160 km da capital, foi condenado a 58 anos e seis meses de prisão acusado de matar a ex-mulher e a cunhada, em dezembro de 2005. O julgamento terminou na noite de terça-feira (23) e durou quase 12 horas.

João Marcelo Augustini perseguiu de carro a ex-mulher até a casa da irmã dela. Ele saiu atirando e matou a ex-mulher, Edilene Borguese Augustini, e a cunhada, Delci Borguese Igreja. A sobrinha, Tatiane Igreja, levou um tiro na nuca, mas sobreviveu.

O empresário foi condenado por homicídio duplamente qualificado, tentativa de homicídio duplamente qualificado e por porte ilegal de armas. Os advogados dele informaram que vão recorrer do julgamento.

Fonte: g1, www.g1.com.br