Empresário é morto a tiros por ex-amigo em camarote de evento

O principal suspeito foi amigo da vítima por muito tempo.

Um jovem de 23 anos identificado como Raicá Fernandes Albino foi morto a tiros dentro de uma casa noturna em Goiânia (GO), no último domingo (12). O principal suspeito, apontado por testemunhas, foi amigo da vítima por um tempo e nega o crime. O crime aconteceu em uma boate, no Jardim Atlântico, na região do sul de Goiânia. O prédio era alugado para uma academia que estava dando uma festa para convidados. Havia cerca de mil pessoas no local e Raicá estava na festa com o irmão e amigos.

De acordo com testemunhas, o jovem tinha uma desavença antiga com Gustavo Henrique Lacerda Mendes, de 27 anos. Ainda segundo os relatos, Mendes era convidado de uma aluna da academia e, no meio da festa, foi até ao jovem e atirou duas vezes contra ele. Os tiros acertaram o rosto e o braço da vítima, que estava no camarote.

O irmão da vítima afirma que no passado, o suspeito era amigo deles, mas por um motivo que ele não sabe dizer qual, Mendes e a vítima pararam de se falar e se tornaram inimigos. Segundo a Polícia Civil, a vítima tinha tentado matar o suspeito em outra ocasião. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Albino tinha passagens por injúria e ameaça.

A família da vítima alega que a carteira dele, com documentos e R$ 4.000 foram furtados pelo assassino. O jovem deixou dois filhos, de um e três anos de idade. Ele era dono de uma academia de ginástica, no setor Vera Cruz, também na capital.

Mendes confirma que esteve na festa, no entanto, nega que tenha matado o jovem. Ele afirma que escutou os tiros e saiu correndo junto com outras pessoas. O suspeito também confirmou que era amigo de Albino, mas depois de uma briga pararam de se falar, ele também não especificou o motivo.

O delegado ouviu testemunhas e o depoimento de um segurança intrigou o órgão. Gabriel Camargo contou à polícia que a primeira ordem era para revistar todo mundo. Mais tarde, um organizador do evento pediu para que algumas pessoas fossem liberadas sem revistas.

Vítima morta em boate (Crédito: Reprodução)
Vítima morta em boate (Crédito: Reprodução)
Vítima morta em boate (Crédito: Reprodução)
Vítima morta em boate (Crédito: Reprodução)
Fonte: Com informações do R7