Empresário falido mata mulher e filha, e depois se enforca

Empresário falido mata mulher e filha, e depois se enforca

Segundo a investigação, cujos resultados foram divulgados nessa quinta-feira, uma nota suicida foi encontrada ao lado do corpo do empresário

Um inquérito conduzido pela corte da cidade inglesa de Shrewsbury concluiu que um empresário de 48 anos, preocupado com sua ruína financeira e com uma possível investigação policial, cometeu suicídio após matar sua mulher e a filha com um martelo de borracha, em fevereiro passado.

Hugh McFall foi encontrado enforcado em sua empresa, uma distribuidora de flores, na cidade de Oswestry (condado de Shropshire), quatro horas depois que os corpos de sua mulher, Susan, 55 anos, e sua filha, Francesca, 18, foram descobertos na casa da família.

Segundo a investigação, cujos resultados foram divulgados nessa quinta-feira, uma nota suicida foi encontrada ao lado do corpo do empresário, dizendo: "espero que eu apodreça no inferno".

Suspeita de fraude

Um dia antes de matar a família e cometer suicídio, McFall teve uma reunião com representantes de um supermercado, responsável por 95% de sua renda. A empresa suspeitava que, em sete anos, o florista havia ganho mais de 300 mil libras (cerca de R$ 790 mil) com um esquema de superfaturamento.

Devido à suposta fraude, o supermercado suspendeu seu contrato com McFall. Além de perder a maior parte de sua renda, o empresário temia uma investigação policial.

O médico legista responsável pelo caso concluiu que McFall matou primeiro sua mulher, que estava deitada na cama, com um único golpe na cabeça. Em seguida, ele assassinou a filha, que estava em seu quarto, com pelo menos cinco golpes de martelo. Depois, o homem foi até sua empresa, localizada em um distrito industrial próximo, onde se enforcou.

Notas suicidas

A nota de suicídio encontrada ao lado do corpo de McFall faz referência a seus dois filhos de um casamento anterior. A carta diz: "Meu mundo, Frankie e Susan, acabou, eu os amo tanto, ninguém pode entender. Um parte de mim quer ficar viva só para que eu possa ficar pensando neles. A dor é demais".

A nota termina dizendo: "O que eu fiz para Dan e Nick é inacreditável. Tudo acabou agora, espero que eu apodreça no inferno".

Em uma segunda nota, deixada junto ao travesseiro de Francesca e assinada como "Papai", diz: "Eu amo você mais do que qualquer coisa que eu já amei. Eu não poderia deixar você sofrer".

Depois de matar a mulher e a filha, o empresário ligou para o telefone de emergência da polícia confessando os crimes. Segundo o médico legista, McFall, ao cometer os crimes e se suicidar, poderia estar preocupado com sua perda de status.

Fonte: Terra