Empresário tem moto roubada, não tenta reação e é morto covardemente

Vítima levantou as mãos para se render, mas foi baleada de maneira covarde


Empresário tem moto roubada, não tenta reação e é morto covardemente

O empresário Fernando Guerreiro Abdalla, de 29 anos, foi assassinado por ladrões de moto na região da Vila Brasilândia, zona norte de São Paulo, na madrugada desta quarta-feira (1). A vítima foi baleada covardemente mesmo sem ter reagido. O empresário tinha apenas levantado os braços para mostrar que iria obedecer os criminosos.

O crime aconteceu na estrada do Sabão, pouco depois da 0h. O empresário tinha acabado de fechar sua academia, quando foi abordado por dois criminosos que ocupavam uma moto. Nesse momento, a vítima caminhava em direção a sua moto, uma Yamaha Ténéré 250.

Segundo a Polícia Militar, o empresário ergueu os braços, para mostrar que não ia reagir. Mas isso não impediu que um dos ladrões atirasse em seu peito. Os bandidos fugiram levando a moto da vítima. Abdalla foi levado para o Hospital Geral de Vila Penteado, mas não resistiu ao ferimento.

O latrocínio (roubo seguido de morte) foi registrado no plantão do 72º Distrito Policial (Vila Penteado). Segundo informações apuradas pela equipe de reportagem da TV Record, o irmão do empresário morreu há seis anos também durante um assalto. Abdalla era casado e deixou dois filhos.

Fonte: r7