Enteada mata padrasto e tem ajuda da mãe para se desfazer do corpo

As duas incendiaram o veículo onde o corpo estava.

Nesta quarta-feira, dia 01 de junho, a Polícia Civil confirmou que o professor universitário Milton Taidi Sonoda, de 39 anos, foi assassinado pela própria enteada, uma adolescente de apenas 17 anos. De acordo com as investigações, a menor  teria contado com a ajuda da própria mãe,  para se desfazer do corpo.

Milton Taidi Sonoda foi encontrado morto no interior de um carro em chamas, no dia 18 de maio, na cidade de São Carlos, em São Paulo. As investigações foram iniciadas e a polícia descobriu que o crime foi motivado por dinheiro.  Durante depoimento, a adolescente confessou que sedou o padrasto e o matou com três facadas. 

A advogada Milene Estácio da Silva, mãe da menor, prestou depoimento e negou participação, embora tenha revelado que ajudou a filha a se desfazer do corpo de Milton Taidi Sonoda.

As duas pretendiam enterrar o corpo, mas havia sangue no veículo e por conta disso decidiram incendiá-lo. 

Professor universitário Milton Taidi Sonoda
Professor universitário Milton Taidi Sonoda






Fonte: Com informações do IG