Equipe da TV Meio Norte desmascara senhora que pratica abortos em THE

Equipe da TV Meio Norte desmascara senhora que pratica abortos em THE

A senhora ainda garante o sucesso do serviço: "Ainda mostro para você"

O primeiro contato foi feito com ajuda de uma câmera escondida. Se dizendo pessoas interessadas em realizar um abortos, produtoras da TV Meio Norte conseguiram falar com Neusa Maria, uma senhora idosa, em uma casa repleta de imagens de santos. Dona Neusa é conhecida por ajudar mulheres à praticarem esse crime em Teresina. Na conversa, ela e a produtora acertam o preço e o local onde será feito, e começa tranquilizando a "cliente": "A gente só vê coisa ruim sobre aborto, que as pessoas morrem. Não vá por isso não. Isso nunca aconteceu aqui e não vai acontecer com você".

Elas combinam o loca onde será feito o aborto, e dona Neusa diz que vai levá-la até o local. O preço cobrado pelo serviço é R$ 1000. A produtora ainda consegue um desconto, e fica por R$ 900. Dona Neusa, durante a conversa, chega a garantir o sucesso do procedimento, e afirma ser ela mesma que retira o feto. "É você que tira?", pergunta a produtora. "Ainda mostro pra você", responde a idosa. No dia seguinte, a equipe vai novamente até a casa de Dona Neusa, que conduz as produtoras até uma casa localizada na rua Teodoro Sobral, no bairro Poti Velho, zona Norte de Teresina. As produtoras, então, dizem que precisam pensar no assunto, e voltam com Dona Neusa para sua casa, no Centro de Teresina.

O repórter Pedro Borges foi até a casa de Dona Neusa tentar falar com ela. Ela prontamente diz que praticava o crime no passado, e que já chegou a ser processada, mas que não faz mais. Depois, diz que na verdade, eram só denúncias, e que na verdade nunca fez. O jornalista revela a ela a existência do vídeo gravado pelas produtoras, e mesmo assim, Dona Neusa continua afirmando que nunca fez aborto. Ela chega a dizer que já sabia de tudo, e que estava enganando elas.

Sem saída, Dona Neusa chega a oferecer dinheiro para a equipe de reportagem para que não veiculem a matéria: R$ 300. "Dou esse dinheiro, de bom coração, não dou jogando praga".Os vídeos já foram apresentados para a polícia, que já está investigando o caso.

Fonte: Andrê Nascimento