Escutas telefônicas do médico acusado de estuprar pacientes no Brasil são divulgadas; ouça

Nos áudios, Abdelmassih diz que está cansado, assume dificuldades financeiras e ainda comenta a crise no casamento: “Eu acho que ela anda impaciente, sabe?”

Gravações telefônicas do ex-médico condenado a quase 300 anos de prisão por estupro são o relato de um homem acuado, capaz de tudo para não ser preso.

Nos áudios, Abdelmassih diz que está cansado, assume dificuldades financeiras e ainda comenta a crise no casamento: “Eu acho que ela anda impaciente, sabe?”


As conversas telefônicas do ex-médico deram pistas decisivas para a prisão dele no Paraguai. A escuta monitorou praticamente todos os contatos de Roger com parentes, empregados e até com um psiquiatra de São Paulo. Roger e a mulher, Larissa Sacco, ex-procuradora da República, faziam terapia de casal por telefone.

Em uma das consultas com o psiquiatra, Roger ataca as mulheres que o denunciaram por abuso sexual, motivo da condenação dele a 278 anos de prisão.

Confira:

Clique e curta o Portal Meio Norte no facebook

Fonte: R7