Esperantina: Delegado pede a prisão de acusado de matar vereador

Jailson Cirino Xavier continua foragido e 50 policiais fazem buscas

O delegado Leonardo Alexandre, da Polícia Civil,  requereu a  Comarca de Esperantina, a cerca de 188 km de Teresina,  o pedido de prisão preventiva  contra Jailson de Sousa Xavier, acusado de  assassinar o presidente da Câmara de Vereadores, Antônio Aristides de Carvalho, o “Tote Aristides". O crime aconteceu no domingo, dia 28 de agosto. 

Após uma semana, a polícia ainda não conseguiu efetuar a prisão do criminoso que é conhecido pela cidade como ‘Chapéu’. Ele  já tinha várias passagens pela polícia e matou o vereador no momento em que o mesmo estava tentando separar uma briga entre o acusado e sua esposa na rua Toni Ramos, bairro Caixa D’Água, em Esperantina.

Mais de 50 policiais militares e civis [esse número pode ser maior]  empreenderam uma verdadeira caçada ao acusado que até o exato momento ainda não foi encontrado. Os policiais estão realizando buscas na zona urbana e rural do município, visando capturar o acusado. 

O secretário estadual da Segurança Publica, Fábio Abreu,  se deslocou para Esperantina, acompanhou o trabalho da policia e retornou para capital. 

Jailson de Sousa Xavier
Jailson de Sousa Xavier



Fonte: Portal Meio Norte