Estelionatária aplica golpes em nome de abrigo de idosos

A mulher se apresenta como assistente social em busca de dinheiro para financiar o tratamento de saúde de uma idosa que estaria com câncer

Uma estelionatária tem agido na cidade de Picos fingindo ser uma assistente social em busca de recursos para o Abrigo de Idosos Joaquim Monteiro de Carvalho.


Estelionatária aplica golpe usando nome do abrigo de idosos de Picos

A golpista se apresenta como ?Nádia? e é uma mulher branca com idade entre 25 e 35 anos, baixa estatura, cabelos escuros e de boa aparência. A mulher se apresenta como assistente social em busca de dinheiro para financiar o tratamento de uma das idosas mantidas pelo abrigo, que estaria com câncer.

Fingindo solidariedade ao trabalho do abrigo e citando até mesmo o nome de um médico bastante conhecido na cidade como responsável pelo acompanhamento da idosa, ela afirma que a casa de repouso não tem condições de financiar o tratamento de saúde da anciã e diz que deve embarcar junto com a suposta paciente para Teresina, onde acompanhará o tratamento no Hospital São Marcos.

Vítimas

Na última terça-feira, a estelionatária esteve no complexo do Sistema de Comunicação de Picos ? rádios Difusora AM e Liderança FM ? e conversou por vários instantes com uma jornalista.

A suposta assistente social tentou convencer a jornalista a contribuir com o tratamento da idosa, hesitando apenas quando a mesma disse conhecer o abrigo e a diretora da instituição, Socorro Fortaleza. ?Desconfiei da história porque conheço a direção e sei que não realizam esse tipo de pedido de ajuda porta a porta. Então, quando expliquei que conhecia o abrigo e que conversaria com dona Socorro [Fortaleza] sobre a situação, ela se esquivou e percebi que ficou nervosa?, conta Maria.

Confrontada sobre nunca ter sido vista no local pela jornalista, ela afirmou que passaria mais tempo na rua, cuidado de outros casos. ?Fiz algumas perguntas, então ela ficou nervosa e sua história começou a ficar desconexa, com pontas soltas, depois disso ela se levantou e disse que voltaria outro dia com algumas cartelas pra que eu vendesse e arrecadasse dinheiro?, disse.

Uma farsa

Por telefone nossa redação conversou com a direção do abrigo, que nega qualquer relação com a golpista. De acordo com Socorro Fortaleza, alguns boletins de ocorrência já foram registrados por aproximadamente cinco vítimas da estelionatária.

A diretora também ressalta que nenhum dos idosos do abrigo possui diagnóstico de câncer.

Fonte: Riachão Net