Policiais prendem estelionatário no litoral do Estado do Piauí; foto

Policiais prendem estelionatário no litoral do Estado do Piauí; foto

Estelionatário que usava documentos roubados para comprar carros é preso

Acusado de estelionato, um jovem de 27 anos foi preso no município de Parnaíba-PI na última quinta-feira (19). Gleison Bastos Melo (foto)foi identificado pela polícia após se envolver em um acidente de trânsito. Ele e um comparsa roubaram documentos de uma pessoa em Brasília e compraram vários objetos em seu nome, inclusive dois carros e uma motocicleta.

Segundo o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Márcio Augusto, na noite da quarta-feira (18) os PRF?s foram até a divisa dos municípios de Luis Correia e Parnaíba atender a uma ocorrência de acidente de trânsito. Ao chegarem no local, depararam-se apenas com uma motocicleta ?de luxo? abandonada no local.

?Pensamos que a vítima tivesse ido para o hospital, mas verificamos nos hospitais da região e não encontramos nenhum acidentado. Investigamos e descobrimos quem era a pessoa?, disse o Inspetor.

Durante as investigações, os policiais descobriram que a moto pertencia a uma pessoa que residia em Brasília. Ao entrar em contato com o suposto dono do veículo, ele informou que havia perdido seus documentos há anos e que tinha conhecimento de que uma quadrilha havia comprado vários objetos em seu nome, inclusive dois carros, uma Estrada na cor preta e um Prisma.

Desconfiada, a polícia procurou Gleison em sua residência para que ele prestasse esclarecimento sobre a origem da moto, mas ao chegarem a sua casa, as suspeitas aumentaram. ?Encontramos estacionado na garagem da casa uma Estrada preta?, disse o Policial.

O acidentado justificou que os veículos foram comprados em nome do seu tio, que residia em Brasília. Novamente os policias entraram em contato com o dono dos documentos, que negou a versão de Gleison e como prova enviou os vários boletins de ocorrências que possuía, comprovando sua versão dos fatos.

Durante as investigações, foi descoberto um outro suspeito, de iniciais A.D.B. ?Fomos a casa dele, mas ele já havia sumido. Lá encontramos quatorze cartões de créditos em nome de três pessoas diferentes e três identidade com nomes diferentes?, informou o PRF.

Fonte: cidadesnanet