Homem usa nome do Governo para aplicar golpes

Homem usa nome do Governo para aplicar golpes

Ele alugou uma sala no centro de Teresina e estava anunciando empréstimos e cartões de crédito

Um homem identificado por Francisco Márcio do Vale Sousa, foi preso nesta quarta-feira, 26, sob a acusação de estelionato no centro de Teresina. Várias pessoas foram à Central de Flagrantes para denuncia-lo, ao todo foram mais de dez vítimas.

Ele alugou uma sala no centro de Teresina e estava anunciando empréstimos e cartões de crédito. ?Quando eu fiz o cartão ele estava na porta do BB junto com outras moças, fardado, fazendo o cartão Mais. Eu levei o meu contracheque para ver se eu tinha margem, ele disse que eu tinha que pagar uma taxa de R$ 20,00 e que ofereceria no cartão um valor de até R$ 10 mil?, afirmou uma das vítimas que não quis ser identificada, ao afirmar que também foram vítimas o próprio filho e a nora.

Para a obtenção do cartão a vítima diz que foi informada que não havia restrição. ?Ele disse que não tinha restrição e que em até 20 dias o cartão sairia e já estamos com três meses?.

Os valores cobrados pelo suposto estelionatário para a liberação do cartão variavam entre R$ 40,00 R$ 100,00 R$ 200,00 e até R$ 400,00.

?Ele me deu o número da conta dele para depósito e que até o dia 20 o dinheiro estaria em nossa conta. O cadastro era aprovado imediatamente e sem consulta aos órgãos de proteção ao crédito. Sou mais uma lesada, fora muitas outras pessoas. Ele diz que não devolve o dinheiro e nem a Xerox porque rasgou o documento. A polícia esteve no local e as pessoas quiseram espancá-lo.?, afirmou uma dona de casa.

?Eu paguei R$ 20,00; como eu, foram vítimas outras dez pessoas da minha casa. Ele disse que não tinha problemas de restrição e que se tratava de um convênio com o governo federal. A gente só acreditou porque ele estava com uma farda do Banco do Brasil?, afirmou mais uma vítima.

CONFIRA A REPORTAGEM DE JUVENAL RIBEIRO

Fonte: Denison Duarte