Jovem afirma que homem a levou para mato: "Se perguntarem sou seu irmão"

A menina teve a mandíbula operada e segue internada.

A menina de 12 anos foi encontrada na madrugada de ontem no bairro Tucuns, em Búzios, após passar o fim de semana desaparecida, tem sinais de que sofreu violência sexual. A estudante ? que é portuguesa e mora em Búzios há três anos ? estava desacordada na Rua Custódio Alves, no mesmo local onde foi vista pela última vez, com a camisa do colégio, mas sem a calça do uniforme. Em seu corpo, sinais de agressão: o maxilar quebrado e marcas de soco pelo rosto e membros.


Estudante afirma que homem a levou para matagal em Búzios: ?Se alguém perguntar, diz que sou seu irmão?

Em depoimento informal a agentes da 127ª DP (Búzios), ela contou que estava indo para o local onde costuma pegar a van que a leva ao colégio, no Centro, às 7h da última terça-feira, quando foi abordada por um homem que não conhecia. Ele a teria puxado pelo braço e, diante das tentativas da menina de tentar se livrar, ele teria afirmado: ?Se alguém perguntar, diz que eu sou seu irmão?. Em seguida, empurrou a menina para um matagal, onde ela permaneceu fim de semana inteiro.

Encaminhada ao Hospital municipal Rodolpho Perissé, a menina teve a mandíbula operada e segue internada. Um exame feito pela equipe da unidade detectou que não houve penetração. A polícia, entretanto, aguarda o laudo do IML de Cabo Frio, que será produzido hoje, e o depoimento da menina para saber se ela foi forçada a fazer sexo com o criminoso.

A estudante nasceu em Portugal e, junto com sua família, escolheu Búzios para morar, há três anos, por conta da beleza do balneário. ?Agora não conseguimos mais notar nada de bonito por aqui. Já estou há 58 horas sem dormir e comer, procurando minha irmã que foi violentada de uma forma covarde?, relatou o irmão da jovem, de 23 anos.

Violência sexual em série na Região dos Lagos

O caso da menina encontrada com indícios de violência sexual é o terceiro do tipo na Região dos Lagos em duas semanas. No último dia 3, Alex Felisbino Rosa, de 43 anos, subtenente da Marinha, foi preso em flagrante por abusar sexualmente de uma menina de 11 anos num cinema de Cabo Frio.

Já no último dia 10, o corpo de Gabrielly Batista da Silva, de dois anos, foi encontrado debaixo de entulhos de obras em Rio das Ostras. De acordo com o laudo da morte da menina, a causa da morte foi uma hemorragia decorrente de violência sexual.

Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/estudante-afirma-que-homem-levou-para-matagal-em-buzios-se-alguem-perguntar-diz-que-sou-seu-irmao-9048341.html#ixzz2ZDVNoWYL

Fonte: Extra