Estudante de Direito é preso por suspeita de vender carros roubados

Ele costumava agir juntamente com um comparsa; os 2 foram presos.

Dupla é presa por suspeita de envolvimento com esquema de roubo, venda e adulteração de carros roubados em Teresina. De acordo com informações da Polícia, as prisões ocorreram na zona Sul da capital. O delegado Armadino Pinto, da Polinter, explicou que os dois Sávio Risonan Ramos Oliveira e Charles Vieira Ramo já estavam sendo investigados.

“Um deles diz que é estudante de direito de uma faculdade e o outro nós temos indícios de que ele tem ligações com vários outros indivíduos que veem praticando este mesmo tipo de crime. Esses dois indivíduos já vinham sendo investigados em razão de indícios e provas de que eles já vinham negociando vários veículos roubados aqui em Teresina e com documentos já falsificados", disse. 

Delegado Armadino Pinto, da Polinter
Delegado Armadino Pinto, da Polinter

Segundo o delegado, a dupla também falsifica documentos. “Alguns desses veículos que eles [ os dois acusados] negociaram, já foram aprendidos pela polícia. Então, a Delegacia através de seu titular, representou pela prisão desses indivíduos e pela busca e apreensão em suas respectivas residências. Esses mandados foram cumpridos hoje pela manhã, onde conseguimos algumas provas para materializar os crimes, inclusive o Charles Vieira Ramos  portava uma identidade falsa por nome de Rafael Garcia Olivas", acrescentou.

Ainda de acordo com o delegado, o dinheiro era usado pelos dois em bares e restaurantes de luxo. "As investigações apontam que eles, os dois acusados, costumavam gastar até R$ 3 mil em bares e restaurantes da capital. Nós também descobrimos que eles andavam em um veículo Mercedes conversível", informou. 

O delegado alerta para quem comprar produto roubado, no caso o receptador. “Não resta dúvidas de que alguns são de boa fé, enquanto outros não são. Geralmente eles adquirem por um valor muito a quem do valor do mercado. A lei deveria ser mais rigorosa com relação a esses indivíduos”, declarou.

 Sávio Risonan Ramos Oliveira e Charles Vieira Ramo
Sávio Risonan Ramos Oliveira e Charles Vieira Ramo




Fonte: Portal Meio Norte