Estudante de Direito morre ao cair de terraço e ex-noivo é suspeito

Estudante de Direito morre ao cair de terraço e ex-noivo é suspeito

A mãe de Nívia, Neuzeli Barbosa da Costa, de 45 anos, conta que Leonardo sempre foi agressivo.

A estudante de Direito Nívia de Araújo, de 24 anos, morreu, no final da manhã desta sexta-feira, depois de sofrer um traumatismo craniano ao cair do terraço da casa onde morava, no bairro do Rocha, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. O técnico em eletrônica Leonardo Carvalho Oliveira, de 25, ex-noivo de Nívia, é o principal suspeito de ter jogado a jovem. A polícia já pediu a prisão temporária do rapaz por tentativa de homicídio. A mãe de Nívia, Neuzeli Barbosa da Costa, de 45 anos, conta que Leonardo sempre foi agressivo.

- Minha filha acabou de morrer e eu sei que foi ele que a matou - lamentou.


Estudante de Direito morre ao cair de terraço e ex-noivo é o principal suspeito

Depois da queda, Leonardo registrou o caso como um acidente, na 72ª DP (São Gonçalo). Mais tarde, a mãe da vítima fez um novo registro na 73ª DP (Neves), apresentando mensagens de texto no celular da garota com ameaças dele. O casal terminou o noivado às vésperas do réveillon e ele estava inconformado.

De acordo com o delegado Jorge Luiz da Silva Veloso, da 73ª DP, Leonardo teria contado na delegacia que houve um desentendimento entre o ex-casal e Nívia teria caído do terraço. Nívia passou o Ano-Novo com amigos, na Região Oceânica de Niterói. Depois que ela chegou em casa, Leonardo teria arrombado a porta da residência. Ele já havia tentado reatar o relacionamento, como mostram os torpedos recebidos por Nívia. O rapaz ajudou a socorre-la, com ajuda dos bombeiros.

- Pela cena do crime, a situação dele (Leonardo) é bem complicada. Estamos aguardando o laudo do local, a perícia, o exame de corpo delito e o boletim de atendimento médico para pedirmos, daqui a uns 20 dias, a prisão preventiva dele - informou o delegado.

Leonardo tem duas anotações criminais, por violência contra uma ex-namorada na Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) de São Gonçalo. Nívia estava internada, desde a queda, no Hospital estadual Alberto Torres, no mesmo município.

Fonte: Extra