Estudante do Piauí é agredido e violentado sexualmente em PE

Ele relatou agressão no Facebook

 O estudante piauiense de psicologia Anderson Veloso denunciou em sua página no Facebook, na tarde desta segunda-feira (2), que foi agredido e abusado sexualmente na noite do último sábado (30) em Petrolina (PE).

O jovem de 21 anos, natural de Picos, estuda na Universidade Federal do Vale dos São Francisco (Univasf) afirmou que se trata de um crime de homofobia, e que foi capturado por três homens, colocado em um carro, agredido fisicamente e verbalmente e violentado sexualmente.

“Fui levado a um lugar desconhecido e chegando lá me espancaram com socos, me derrubaram no chão e continuaram a me bater, mesmo já debilitado, após isso me enforcaram com o cordão do meu short. Como se não bastasse tudo isso que aconteceu, ainda violaram sexualmente de mim”, escreveu no Facebook .

Ele relatou que os agressores o ameaçavam e gritavam: "vou te matar viado" e "vai embora de Petrolina, viadinho". O jovem disse ainda que jamais imaginou que sofrer um crime de homofobia e denunciou a violência da cidade pernambucana.

“Tantas e tantas vezes já havia ouvido falar que a homofobia matava, mas mesmo assim, isso não me chegava aos olhos, visto que nunca havia passado por uma situação como essa. Hoje, só hoje, eu posso verdadeiramente enxergar que o preconceito é capaz de nos levar a lugares nunca vistos antes, e com o coração despedaçado, infelizmente”, disse.

Anderson fez a primeira postagem no Facebook no domingo, mas ela foi removida porque segundo a rede social, ‘não seguia os padrões da comunidade’. O estudante postou o texto novamente e recebeu o apoio de muitas pessoas.  A publicação já obteve mais de 200 curtidas e 165 compartilhamentos.


Anderson Veloso relatou no Facebook  (Crédito: Reprodução/ Facebook)
Anderson Veloso relatou no Facebook (Crédito: Reprodução/ Facebook)



Image title

Image title

Fonte: Portal Meio Norte