Estudantes vão parar na delegacia após conflito na Ufpi

Protesto terminou com agressão contra estudantes pela segurança da UFPI

Cinco estudantes da Universidade Federal do Piauí (UFPI) registraram boletim ocorrência na noite desta sexta-feira, dia 30, no 12º Distrito Policial alegando terem sido agredidos por seguranças da reitoria da instituição. Eles fizeram ainda exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML).

A briga foi durante a entrega do título de Honoris Causa ao ex-governador Hugo Napoleão no Espaço Rosa dos Ventos, ao lado da Biblioteca Jornalista Carlos Castello Branco. O tumulto começou quando acadêmicos do Diretório Central dos Estudantes (DCE) tentaram erguer faixas em protesto contra a homenagem a Hugo Napoleão.

"No congresso de estudantes foi decidido esse protesto em reação a entrega do título ao ex-governador que quando dirigiu o estado mandou invadir o campus com a tropa de choque e representa idéias do coronelismo, não sendo merecedor do maior título da Ufpi. Defendemos que essa homenagem seja feita a professores engajados no social, na pesquisa e extensão", disse Cássio Borges, coordenador de planejamento do DCE.

Segundo o coodenador a intenção era abrir uma faixa e fazer um ato pacífico. "A reitoria mandou seguranças impedir qualquer manifestação. Eles agiram com truculência, rasgando as faixas e agredindo estudantes", conta Cássio Borges.

"Nos dias de hoje não cabe mais um sistema anti-democrático e truculento para inrtimidação dos movimento sociais. É precisao resgatar a democracia interna da Ufpi. Ess registro de violência por parte da reitoria não vai resolver ou intimidar", completou Cássio Borges.

Mais de 100 pessoas participaram do movimento na UFPI.















Fonte: Portal Meio Norte, www.meionorte.com