Estuprador do Maranhão é preso em SP

O maranhense era procurado pela Justiça desde sexta-feira (21)

O pedreiro Welton Ferreira Cantanheide, 40 anos, maranhense da cidade de Bequim?o, foi preso na ?ltima segunda-feira (24) no Centro de S?o Paulo suspeito de violentar e deixar uma jovem presa dentro de uma tubula??o de esgoto por 40 horas em Ferraz de Vasconcelos, na Grande S?o Paulo.

O maranhense era procurado pela Justi?a desde sexta-feira (21), quando teve o pedido de pris?o tempor?ria decretado. O pedreiro chegou a dormir no mato para fugir dos policiais. Com a ajuda de amigos, foi at? Mau?, no ABC, e depois at? a capital paulista.

A pol?cia tinha a informa??o de que o suspeito iria comprar uma passagem de ?nibus para a Bahia. Ele estava dentro de um bar na Pra?a da S? quando foi preso por tr?s investigadores de Ferraz de Vasconcelos, que seguiam pistas deixadas por ele desde semana passada.

Welton Ferreira ? suspeito de estupro, tentativa de homic?dio e extors?o mediante seq?estro. Na ?ltima quinta-feira (20), uma jovem de 18 anos foi encontrada dentro de um buraco coberto por blocos de cimento. Ela passou 40 horas sem comer, no escuro e com as m?os amarradas.

A jovem estava desaparecida desde ter?a-feira (18), quando foi perseguida depois de sair da escola at? um galp?o abandonado na periferia da cidade, onde o maranhense trabalhava como vigia.

Segundo a pol?cia, Welton Ferreira confessou todos os crimes enquanto prestava depoimento. Al?m disso, ele teria dito que n?o conhecia a v?tima e que chegou a pedir R$ 20 mil para a m?e dela como forma de libert?-la do cativeiro.

Fonte: Imirante