"Eu errei", diz ex-pastor suspeito de agredir a própria mulher

"Eu errei", diz ex-pastor suspeito de agredir a própria mulher

"Tudo indica que ela tem alguém, mas não me fala", disse o suspeito

Um ex-pastor, de 37 anos, foi preso na manhã desta terça-feira (17), em Cariacica, na região Metropolitana do Espírito Santo, suspeito de ter agredido e ameaçado a esposa. Elias Pereira Gama disse que ficou nervoso porque achava que estava sendo traído. Segundo a polícia, nesta segunda-feira (16), o homem teria se descontrolado e ameaçou a mulher de morte.

Após ter feito a ameaça, ele teria invadido a delegacia para encontrar a vítima e reforçar as ameaças. Ainda de acordo com a polícia, a fiança estabelecida no valor de R$ 5 mil não foi paga e o homem foi transferido para um presídio da Grande Vitória.

Elias foi pastor durante quatro anos em uma igreja no bairro Santana, em Cariacica, e deixou a função há cerca de três meses. Ele confessou que já traiu a esposa. "Eu errei, eu a traí. Essa agressão não foi de agora, foi de um ano atrás. Tudo indica que ela tem alguém no local onde ela trabalha, mas ela não me fala. Eu não tenho prova certa disso, mas tenho suspeita, pelo andamento das coisas, pelo horário que ela chega em casa", falou.

"Isso foi na hora da revolta, mas passou, acabou. Eu tinha uma igreja bem sucedida. Perdi a igreja, por causa do meu comportamento. A única coisa que me restava, era meu casamento. Eu até tentei resgatar e não consegui. Perdi a igreja, o casamento e agora vou ter que levar uma vida nova", disse.

Fonte: G1