"Eu tive relação com ela duas vezes", diz pai acusado de estuprar e engravidar filha de 15 anos

A informação não bate com o relato da filha.


Francisco de Jesus Paiva, 43 anos, é acusado de um crime bárbaro. Chico Pecado, como é conhecido, confessou ter estuprado a filha de 15 anos, no povoado Calçada Nova, no município de Entre Rios, localizado a 140 km de Salvador.

— Eu tive relação com ela duas vezes, eu estava bêbado.

Mas essa informação não bate com o relato da filha. Segundo o delegado, G. S. P afirmou que era violentada desde os 12 anos e está grávida do próprio pai. O delegado Luciano Lima, responsável pelo caso, disse que, quando a mãe descobriu que a adolescente estava grávida, questionou quem seria o pai da criança, já que ela nunca teve namorado. A menina disse, então, que havia sido violentada pelo pai, e que não falou antes por medo, pois Francisco fazia várias ameaças de morte caso ela contasse.

O homem nega as afirmações e disse que nunca ameaçou a filha. Ele também diz que o filho pode não ser dele e contou que a adolescente já teve dois namorados. O homem põe a culpa da violência sexual na bebida e diz que, quando estuprou a filha, estava bêbado.

— Um dia eu peguei ela, usei ela, por que estava em casa comendo água, bêbado, e a mãe não estava, tinha saído para rua (sic).

Francisco disse que, a primeira vez que estuprou a filha, entrou no quarto da filha, quando ela tinha de 13 para 14 anos, e que ela estava acordada. — Eu comecei a alisar e ela aceitou.

A vítima contou que o último abuso aconteceu quando a família saiu de casa para ir ao velório de sua avó, no dia 15 de fevereiro.

 

Fonte: R7