Ex-amante de Bruno acusou o goleiro de lhe apontar uma arma quando estava grávida

Ex-amante de Bruno acusou o goleiro de lhe apontar uma arma quando estava grávida

Antes de desaparecer, Eliza disse que o goleiro do Flamengo apontou-lhe uma arma em meados de 2009

Em entrevista concedida à jornalista Daniela Scatolin, há pouco mais de dois meses, a estudante Eliza Samudio contou que o goleiro Bruno, do Flamengo, lhe ameaçou com uma arma e lhe agrediu na época que estava esperando um filho do jogador, em meados de 2009.

Eliza está desaparecida há pouco mais de três semanas. No último sábado, a delegada Alessandra Escobar, da Delegacia de Homicídios de Contagem, em Minas Gerais, disse que a investigação do caso começou na quinta-feira, depois de uma denúncia de que a estudante teria sido espancada violentamente dentro do sítio de Bruno, que fica em Ribeirão das Neves-MG.

Eliza teria sumido logo depois de contar a amigas que viajaria para Minas a pedido do goleiro. Bruno deve prestar depoimento nesta semana. O advogado do jogador já disse que ele está à disposição para dar qualquer esclarecimento.

Fonte: Terra, www.terra.com.br