Ex-dançarina do Clube do Bolinha é encontrada morta a facada em uma garagem

Ex-dançarina do Clube do Bolinha é encontrada morta a facada em uma garagem

O homicídio está sendo investigado por membros da Delegacia de Investigações Gerais (DIG)

A Polícia Civil de Sorocaba (SP) investiga o homicídio de Marta Rodrigues Nascimento, 50 anos, encontrada com marcas de facada na terça-feira (22) na garagem de sua casa, na zona norte da cidade. O homicídio está sendo investigado por membros da Delegacia de Investigações Gerais (DIG). ?Encontramos a documentação da vítima e um registro de artista. Ela é ex-dançarina do Clube do Bolinha?, diz o delegado Acácio Leite.

Moradores do bairro Cidade Jardim acionaram a Polícia Militar após sentirem um cheiro estranho saindo da casa de Marta. Os policiais encontraram o corpo da ex-dançarina enrolado em vários cobertores e acionaram a equipe pericial da Polícia Científica. ?O corpo estava em estado avançado de decomposição, mas os peritos encontraram marcas de golpes de faca?, explica o delegado.

Os vizinhos disseram à polícia que a mulher morava em Sorocaba há aproximadamente cinco anos. Ela vivia sozinha, tendo como companhia apenas seus dois cachorros. A vítima não tinha contato próximo com nenhum familiar, segundo os vizinhos.

O laudo da perícia técnica, que irá determinar a causa da morte, deverá sair em até 30 dias. ?Investigaremos o crime, porém, como tudo é muito recente, não temos nenhum suspeito neste momento?, explica o delegado Acácio Leite.

Marta foi enterrada na tarde desta quarta-feira (23). Seu corpo foi retirado do Instituto Médico Legal por uma empresa funerária da cidade e levado direto para o Cemitério Municipal Santo Antônio, onde foi enterrada sem a presença de nenhum parente. O sepultamento foi realizado a pedido da DIG, pois o corpo apresentava sinais avançados de decomposição.

O programa

Muitos talentos musicais foram revelados no Clube do Bolinha, que foi um programa de auditório exibido pela TV Bandeirantes de 1974 a 1994. O show era apresentado por Édson Cury, o Bolinha, que morreu em 1998, aos 61 anos, vítima de um câncer.

Além da postura irreverente de Bolinha, com suas roupas extravagantes, o programa ficou conhecido pelo charme das Boletes, as dançarinas que animavam o palco. Entre elas, as mais conhecidas eram Zulu, a bolete que nunca sorria, e Loraina, destaque na última abertura do programa.

Fonte: G1