Ex-delegado que disse ganhar 17 vezes na loteria é preso

Ozilak acabou detido ao sair de um hotel em que é sócio acompanhado de um segurança, sua esposa e filho.

O ex-delegado Luiz Ozilak Nunes da Silva foi preso por volta das 11h desta quarta-feira pela Corregedoria da Polícia Civil em Juquitiba, a 61 km de São Paulo. Para justificar as suspeitas de enriquecimento ilícito, o ex-delegado afirmou que havia sido premiado 17 vezes em pouco mais de 3 meses na loteria federal.

Ozilak acabou detido ao sair de um hotel em que é sócio acompanhado de um segurança, sua esposa e filho. Ele foi condenado a 13 anos e 10 meses de prisão em regime fechado por lavagem de dinheiro, associação ao tráfico e formação de quadrilha.

O ex-delegado era procurado da Justiça desde 2010 e foi encaminhado para a sede da corregedoria, no centro da capital paulista. Ele foi destituído do cargo após a comprovação de que era sócio gerente do hotel em que foi detido. O local, que teria sido construído com dinheiro do crime, está sob intervenção da Justiça.

Ozilak também seria o dono de 600 kg de cocaína aprendidos em abril de 2001, que estavam em um avião que caiu na selva amazônica.

Fonte: Terra