Ex-deputado agride menina em ensaio da escola de samba

Ex-deputado agride menina em ensaio da escola de samba

Ela precisou ser levada para o hospital estadual Albert Schweitzer

O ex-deputado federal André Luiz Lopes da Silva, cassado em 2005, é suspeito de agredir uma menina de oito anos na noite desta sexta-feira (7) durante ensaio da escola de samba mirim Estrelinha de Padre Miguel, na quadra da escola Mocidade Independente de Padre Miguel, zona oeste do Rio de Janeiro.

A rainha de bateria da escola afirmou na 34ª DP (Bangu) que o ex-deputado atingiu sua filha com um soco, ao tentar interromper a apresentação da escola mirim.

Segundo ela, André Luís, que estaria embriagado, subiu no palco, por volta das 20h, gritando que o espetáculo estava ruim e tentando ordenar que parassem e que seus integrantes se retirassem.

Um dos integrantes da bateria, identificado como Rafael, se negou, e, por isso, segundo a rainha da bateria, o ex-deputado partiu para cima dele, a fim de agredi-lo com um soco, mas o jovem conseguiu se esquivar e André Luís acabou acertando a menina, que por pouco não caiu do palco de três metros de altura. Ela precisou ser levada para o hospital estadual Albert Schweitzer, no bairro vizinho de Realengo, com um hematoma no rosto.

O filho do ex-deputado, Thiago Ribeiro, negou que o pai tenha cometido agressão. Segundo ele, André Luís, que pretende se candidatar à presidência da escola de samba, ficou no meio de uma troca de empurrões porque alguns integrantes não queriam sua presença no palco e teria sido acusado por pessoas ligados à atual diretoria, por motivos políticos.

Eleito deputado federal pelo PMDB-RJ, em 2002, André Luiz foi cassado após ser flagrado em gravações cobrando propina do bicheiro Carlinhos Cachoeira, então investigado pela CPI da Loterj (Loteria do Estado do Rio de Janeiro), para "convencer" deputados estaduais da Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) a minimizarem as acusações.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br