Ex-deputado é encontrado morto na Bahia

O delegado não descarta a possibilidade de latrocínio (matar para roubar)

A polícia investiga nesta segunda-feira a morte do ex-deputado estadual Florisvaldo Carneiro da Cunha, 71 anos, no município de São Domingos (BA), a 250 km de Salvador. O corpo do ex-deputado foi encontrado no domingo em sua fazenda, com hematomas, mas sem marcas de ferimentos de arma branca ou de fogo.

O delegado interino João Jorge Umbelino afirmou achar estranho o fato de os pertences de Cunha - dinheiro, relógio, celular e talão de cheque - não terem sido levados. Todos os objetos foram espalhados no chão, entre o corpo e o carro da vítima, distantes 150 m.

Umberlino não descarta a possibilidade de latrocínio (matar para roubar), mas também levanta a suspeita de homicídio ou morte natural, pois não há indícios de morte violenta, como sangue espalhado pelo chão. No entanto, alguns galhos estavam quebrados no chão, o que dá a impressão de que houve briga no local.

O ex-deputado, empresário do ramo de sisal, saiu de casa no sábado e foi para a fazenda, onde conversou com um funcionário e disse que iria "fazer uns serviços". A família estranhou seu sumiço e informou a polícia.

Cunha foi deputado estadual por dois mandatos entre 1983 e 1990, vereador três vezes e prefeito do município de Valente (238 km de Salvador). O atual prefeito da cidade, Baldino Amaral, decretou luto por três dias. O corpo do ex-deputado será enterrado no Cemitério de São Domingos na tarde desta segunda.

Fonte: Terra, www.terra.com.br