Ex-enfermeira confirma retirada de rim de paciente vivo em SP

Ex-enfermeira confirma retirada de rim de paciente vivo em SP

Testemunha no processo contra três médicos acusados de provocar a morte de quatro pacientes

Considerada testemunha-chave no processo contra três médicos acusados de provocar a morte de quatro pacientes para retirada de rins em um hospital de Taubaté (SP), a ex-enfermeira Rita Pereira afirmou, durante acareação com a anestesista Lenita Bueno Bassi feita na terça-feira, que, durante a extração do órgão de José Faria Carneiro, em dezembro de 1986, o paciente ainda estava vivo. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Na segunda-feira, a ex-enfermeira disse em depoimento que a anestesista teria se negado ao participar da cirurgia, fato desmentido por Lenita, que negou divergência com a equipe. Rita disse que, após a retirada dos órgãos, o paciente ainda se debatia na maca. Segundo ela, o médico Pedro Henrique Torrecillas, um dos três denunciados no caso, teria enfiado um bisturi no peito do paciente até o corpo ficar inerte. "Viu, é assim que se faz", teria dito.

Fonte: Terra, www.terra.com.br