Ex-marido de Aline Riscado é baleado durante tentativa de assalto

O crime aconteceu no Rio de Janeiro.


Ex-marido da dançarina Aline Riscado, o lutador de jiu-jítsu Rodrigo Riscado foi baleado na madrugada desta sexta-feira durante um assalto no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. De acordo com a Polícia Militar, o crime ocorreu na Avenida Paulo Tapajós, por volta das 2h. Rodrigo foi levado para o Hospital municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, também na Zona Oeste, mas foi transferido nesta manhã para uma unidade particular. A Secretaria municipal de Saúde informou que Rodrigo levou dois tiros, um na mão e outro no ombro. Seu estado de saúde era considerado estável.

Instantes depois do assalto, policiais militares do 31º BPM (Recreio) prenderam dois suspeitos do crime. Um deles foi identificado como Marcelo Gomes Silva, de 46 anos. Um terceiro conseguiu fugir. A Polícia Civil informou que os presos foram autuados por tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte). A 16ª DP (Barra da Tijuca), que investiga o caso, aguarda alta médica de Rodrigo para que ele possa ser ouvido.

Image title

Em entrevista, Aline Riscado contou que os suspeitos queriam levar Rodrigo e seu carro para outro local. Todos estavam perto da casa do lutador. Foi quando o lutador reagiu e acabou sendo baleado. Os assaltantes ainda tentaram levar o carro de Rodrigo, uma Mercedes branca, mas não conseguiram.

"Eles (assaltantes) queriam que o Rodrigo fosse no carro até em casa. O Rodrigo, com medo, não queria que isso acontecesse. Ele disse que ficou pensando em mim, mesmo nós separados, e no Nathan (filho do casal). Então, ele não queria ir de jeito nenhum com os assaltantes e reagiu", afirmou Aline Riscado.

"Fui acordada por um policial, às 3h, dizendo que o Rodrigo, meu ex-marido, sofreu uma tentativa de assalto e levou dois tiros. Graças a Deus, nenhum pegou em nenhum órgão. Enfim, graças a Deus, nada aconteceu de pior. Estamos transferindo ele para um hospital, depois de séculos, horas. Ele precisava de uma lavagem na mão que é o mais importante para não infeccionar. Eu podia não falar nada, mas precisava dar uma satisfação para vocês, para que emanem boas energias. Mas o principal é: tomem cuidado no Rio de Janeiro, está muito violento. Não deem mole na rua", disse Aline.

Image title


Fonte: Extra