Ex-marido mata jovem afogada por não aceitar fim do relacionamento

Bruna Brito, de 18 anos, deixa dois filhos pequenos

Rômulo Erani do Carmo. de 28 anos foi preso em flagrante suspeito de afogar a ex-mulher, Bruna Thalita da Silva Brito, de 18 anos, nas margens do rio Coxipó do Ouro, em Cuiabá, no Mato Grosso. A vítima deixa dois filhos, de dois e quatro anos.

Bruna Brito teria terminado o relacionamento com Rômulo do Carmo. No entanto, o homem ficou inconformado com o fim da relação e afogou a ex-mulher no leito do rio.

O suspeito nega as acusações e disse ter tido um relacionamento saudável com a vítima. Questionado pelas marcas no pescoço da vítima, Carmo desconhece.

— Ela foi tentar ultrapassar [o rio] com uma sandália e depois eu entrei no rio para ajudar ela. Marcas no pescoço? Eu não sei nada disso não.

Uma testemunha contou que estava atrás da moita, perto ao local do crime, e que ficou com medo de tentar salvar a vítima,porque viu Carmo afogando a ex-mulher.


Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do R7