Ex-policial é preso por extorquir detentos no regime semiaberto

Passos ainda tentou subornar os policiais

Policiais da Polinter prenderam em flagrante, na tarde desta quinta-feira(12), o ex-policial civil Júlio César Sebrian Passos. Ele é acusado de extorquir detentos que cumprem pena em regime semiaberto. De acordo com a investigação feita em parceria com a Vara de Execuções Penais (VEP), o ex-policial se passava por funcionário da VEP e exigia até R$ 50 mil de presos para não comunicar à vara sobre supostas irregularidades no cumprimento da pena.

Júlio César  foi preso, na Zona Norte do Rio. Com ele, a polícia encontrou uma pistola com numeração raspada, dinheiro, cópias de cheques no valor de R$ 30 mil e cópias de notas promissorias de R$ 58 mil.


As investigações começaram depois que dois detentos procuraram a VEP para denunciar as atividades do ex-policial. Segundo os agentes da Polinter, ele fazia ameaças a suas vítimas e dizia que se os detentos não pagassem a quantia estipulada, o juiz da VEP seria informado para que eles regredissem ao regime fechado.

Na hora em que foi abordado pelos agentes, Passos, que já foi condenado por sequestro e extorsão e estava foragido, ainda tentou convencer os policiais a simularem uma fuga para que ele fosse morto. Na ocasião, ele afirmou que preferia morrer a ser preso.


Image title

Image title

Fonte: Com informações do Extra