Ex-prefeito é preso, mas foge da Polícia Federal em garupa de moto

Caso aconteceu em Januária, interior de Minas Gerais

Uma cena digna de filme de ação aconteceu no fim da tarde dessa segunda-feira (12) em Januária, cidade localizada às margens do Rio Francisco e distante pouco mais de 600 quilômetros de Belo Horizonte. Preso durante uma operação da PF na cidade, o ex-prefeito Maurílio Arruda (PTC) pulou do carro que fazia sua escolta e conseguiu fugir na garupa de uma moto.

Suspeito de desvios milionários na prefeitura enquanto esteve à frente do executivo municipal, Maurílio Arruda foi preso durante a operação Rua da Amargura, mas já havia sido preso em outras duas operações da PF em Minas Gerais: a Operação Esopo, em 2013; e na operação Exterminadores do Futuro.

Maurílio Arruda (PTC) (Crédito: Divulgação)
Maurílio Arruda (PTC) (Crédito: Divulgação)

Ele responde a 20 processos na Justiça Estadual, entre os quais, um que apura o desvio de dinheiro que deveria ser usado na pavimentação asfáltica de ruas da cidade de Januária.

A Polícia Federal ainda não comentou os detalhes da fuga, mas é possível afirmar que a grande movimentação de pessoas e carros no local de onde ele conseguiu fugir dificultou a ação da polícia. O preso aproveitou um momento de distração dos policiais, saltou do carro e fugiu na garupa de uma moto que acompanhava o comboio.


Fonte: Terra