Ex-presidente de Israel vai ser indiciado por estupro

O ministério não informou quando será feita a acusação oficial do ex-presidente.

O promotor geral de Israel anunciou neste domingo (8) a decisão de indiciar judicialmente o ex-presidente israelense Moshé Katsav por estupro e assédio sexual.

"O promotor geral e o promotor do Estado decidiram acusar Moshé Katsav de delitos sexuais contra várias de suas funcionárias quando era ministro do Turismo e presidente do Estado, incluindo as acusações de estupro e assédio sexual", indicou o ministério da Justiça israelense em um comunicado.

O ministério não informou quando será feita a acusação oficial do ex-presidente.

Ele já havia renunciado ao cargo em junho de 2006 exatamente por conta das acusações.

Fonte: g1, www.g1.com.br