Ex-presidiário é assassinado com oito tiros durante assalto em periferia de Fortaleza

Um dos tiros disparados contra Márcio acabou por atingir uma adolescente

?Levanta, levanta, meu filho! Ai meu Deus. Eu te pedi tanto pra deixar este mundo. Eu te avisei!?, gritava desesperada a dona-de-casa Maria Helena Moreira, ajoelhada junto ao corpo do filho, de 27 anos, executado com oito tiros, no fim da manh? de ontem, no bairro Bela Vista (periferia de Fortaleza). O jovem havia deixado a pris?o h? apenas dois meses, mas voltou a praticar assaltos e roubos para sustentar o v?cio.

M?rcio Moreira de Ara?jo era o mais velho dos dois filhos da dona-de-casa com o funcion?rio p?blico Jos? Carlos de Ara?jo. Embora separados, os pais enfrentavam uma verdadeira guerra para conseguir que o filho abandonasse as drogas e a vida de crimes. ?Eu pedi, eu avisei que ele podia acabar assim, mas ele n?o me ouvia?, afirmou, aos prantos, Maria Helena. E completou: ?perdi meu filho para as drogas, para o mundo do crime. Agora, te entrego a Deus, meu filho!? O jovem foi executado quando caminhava pela Rua Am?rico Fac?, na Bela Vista, pr?xima ao canal do bairro. ? altura da resid?ncia de n?mero 322, ele foi abordado por tr?s homens que trafegavam em bicicletas. O trio abriu fogo contra M?rcio Moreira, que tentou correr, mas foi alvejado oito vezes. Pelo menos, dois tiros atingiram a cabe?a da v?tima.

Um dos tiros disparados contra M?rcio Moreira acabou por atingir a adolescente identificada como Priscila de Oliveira de Assis, 12, que estava junto ? janela da casa de n?mero 322. Os homicidas fugiram do local, enquanto a garota, que foi alvejada na perna direita, foi socorrida por uma ambul?ncia do Samu para o Frotinha de Ant?nio Bezerra (Zona Oeste).

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br