Ex-presidiário é assassinados a tiros em Fortaleza

Ele respondia a processos por roubo e tinha um mandado de prisão preventiva decretado

Um homicídio com características de ´acerto de contas´ foi registrado no fim da manhã de ontem, na localidade de Tavera, em Itaitinga (Região Metropolitana de Fortaleza). Segundo a Polícia, a vítima, Francisco Moura de Oliveira, 45, o ?Bezerra?, respondia a processos por roubo e tinha um mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça.

O crime aconteceu por volta das 11h30, na Rua Cândido Meireles. De acordo com o relato de testemunhas, a vítima trafegava na estrada de terra batida em sua moto Honda Strada, quando foi abordado por quatro homens, em duas motocicletas.

Conforme as informações repassadas à equipe de reportagem do Diário do Nordeste, pelo cabo PM Amaury Damasceno, da Companhia Provisória de Pacatuba, os executores não deram chance de defesa para ?Bezerra?. ?Eles chegaram atirando. A vítima não teve tempo de fugir?, ressaltou o PM. ?Bezerra? foi atingido por, pelo menos, sete tiros, sendo um deles na testa.

Para o cabo Damasceno, as suspeitas preliminares são realmente de um acerto de contas. Inspetores da Delegacia Metropolitana de Itaitinga também compareceram ao local do homicídio. As investigações serão comandadas pelo delegado titular daquela metropolitana, Sidney Ribeiro Furtado.

Interior

O motorista Cosmo do Nascimento amanheceu morto, ontem, dentro da Cadeia Pública do Crato, vítima de espancamento. Cosmo cumpria pena de prisão civil de 60 dias por não pagamento de pensão alimentícia e, portanto , teria que ser colocado numa cela especial.

Ele foi encontrado morto dentro da cela, embrulhado numa rede e num lençol. Os principais suspeitos são os 13 detentos que estavam na cela. Na delegacia do Crato, foi aberto inquérito para apurar os fatos. Os detentos começaram a ser ouvidos isoladamente pelo escrivão Basileu Rodrigues.

O crime denuncia a insegurança dentro da cadeia. Com capacidade para 50 presos, a cadeia do Crato conta, no momento, com 120 detentos amontoados em três celas.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br