Presídios de Teresina enfrentam uma superlotação

O cenário atual da situação em presídios de Teresina registra atualmente dezenas de presos

A falta de presídios para receber os presos em Teresina está superlotando as Centrais de Flagrantes da Capital. O problema tem gerado um uma preocupação constante para a Ordem dos Advogados e para as Secretarias de Segurança Pública.

O cenário atual da situação em presídios de Teresina registra atualmente dezenas de presos para uma única cela, onde quem praticou apenas um furto está disputando vagas com acusados de alta periculosidade. Como alternativa para algumas situações são feitos rodízios, a exemplo do revezamento entre os detentos na hora de dormir.

?Os riscos para quem trabalha aqui são muito grandes?, reconhece o Sindicato dos Agentes e dos Delegados e a Comissão da Ordem dos Advogados do Brasil.

?Não é papel da Segurança Pública guardar presos. O bandido solto é problema do secretário de Segurança e da área de Segurança; bandido preso é problema do secretário de Justiça e da área de justiça?, disse à Rede Meio Norte o secretário estadual de Segurança, Robert Rios.

?Infelizmente existe uma fraqueza do Poder Judiciário que não obriga o cumprimento das suas ordens?, conclui.

Fonte: Denison Duarte