Fazendeiro que atingiu ex-esposa com cinco tiros segue foragido

Valdivino Pereira teria feito outra vítima em Nova do Piauí.

Policiais das cidades de Fronteiras, São Julião, Vila Nova do Piauí, Alegrete e Jaicós realizaram buscas na residência do fazendeiro Valdivino Pereira Alencar, de 66 anos, acusado de tentar assassinar a ex-esposa Marly Maria de Sá, 36 anos, que ficou em estado grave após ter sido atingida com cinco tiros no dia 01 de março deste ano, em São Julião.

De acordo com informações do delegado regional de Fronteiras, Rodrigo Morais, Marly vinha sofrendo inúmeras agressões e resolveu pedir a separação. inconformado com o término do relacionamento, o fazendeiro disparou, segundo as investigações, cinco tiros contra Maria Magali que foi atingida nas costelas, braço e na região do peito. 

Bastante ferida, foi socorrida e levada para Hospital municipal e logo em seguida transferida para o Hospital Regional Justino Luz, em Picos, onde passou por um procedimento cirúrgico.Ela segue internada. "Os tiros eram para matar a vítima que conseguiu escapar. A vítima [Marly Maria de Sá] continua internada", disse.

Ainda segundo o delegado do caso, Valdivino também é acusado de tentar matar um desafeto no município de Vila Nova do Piauí. Ele efetuou vários tiros contra a  vítima, um rapaz de nome Lucas Evangelista da Silva, que conseguiu sobreviver.

Os policiais agiram em conjunto e fizeram buscas, mas o acusado não foi localizado e segue foragido. 

Valdivino Pereira Alencar é acusado de matar a ex-esposa
Valdivino Pereira Alencar é acusado de matar a ex-esposa Marly Maria de Sá



Fonte: Portal Meio Norte