Filha de traficante é presa por suspeita de matar a prima no Rio

A polícia continua atuando para localizar o criminoso foragido

Amanda Alves Santiago Gonçalves — filha do traficante Éderson José Gonçalves Leite, o Sam — foi presa por participação na morte da prima Priscila Gonçalves Leite, de 34 anos. Os agentes da Delegacia de Homicídios da Capital e os policiais da UPP da região prenderam a mulher de 29 anos no sábado na Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio. O crime aconteceu no dia 2 de junho, na Taquara, também na Zona Oeste.

Image title

Sam está preso em uma penitenciária federal desde 2003 e comandava o tráfico na Cidade de Deus. Companheiro de Amanda, Aleksandro Farias de Oliveira, de 32 anos, também foi preso no sábado, por envolvimento na morte de Priscila, assim como Luiz Ricardo Soares da Neves.

A primeira prisão aconteceu três dias antes, no dia 27, quando equipe da especializada prendeu Max Jones Santos da Silva, conhecido como "Gugu", de 35 anos.

Segundo a Polícia Civil, logo após a ocorrência do crime, equipe da DH esteve no local e realizou um amplo levantamento dos fatos, colhendo informações preliminares e vestígios. Ao longo da investigação do homicídio de Priscila, ficou comprovada a participação de "Ricardinho", Aleksandro, Amanda, Max e um quinto indivíduo, já identificado, no crime.

Responsável pelo caso, o delegado Fábio Cardoso pediu a decretação das prisões temporárias dos cinco autores, que foram deferidas pela Justiça. A polícia continua atuando para localizar o criminoso foragido.

Fonte: Com informações do Jornal Extra