Filho confessa ter matado pai após briga por um celular

Valdivino Filho, que seria viciado em crack, afirmou ter discutido com o pai

O delegado adjunto da Delegacia de Homicídios de Goiás, Kleber Leandro Rodrigues, tomará na tarde desta sexta-feira o depoimento de Valdivino Ventura dos Santos Filho, 32 anos, que confessou ter matado o próprio pai, o pedreiro Valdivino Ventura dos Santos, 61 anos, com golpes de uma barra de ferro na cabeça e no tórax. O crime aconteceu ontem de madrugada, na Vila São José, bairro da região central da capital, Goiânia.

Valdivino Filho, que seria viciado em crack, afirmou ter discutido com o pai por causa de um celular. O suspeito teria furtado o aparelho, que era da vítima, e vendido. Após cobrar do filho explicações, a vítima e Valdivino brigaram fisicamente.

"O pai acertou o filho na cabeça com um objeto ainda não identificado, e Valdivino o perseguiu pela rua, onde efetuou os golpes", contou o delegado. Ele também informou que foi encontrado um facão ao lado do corpo, mas será preciso esperar exames de laboratório para verificar se há vestígio de sangue nele.

Segundo o delegado Kleber, a Polícia ainda vai apurar se Valdivino Filho já tem passagens pela polícia. "Segundo vizinhos, ele teria abusado sexualmente do próprio filho, hoje com sete anos", afirmou.

Fonte: Terra, www.terra.com.br