Filho de policial aposentado morre após ser atingido com arma do pai

João Vitor Gonçalves do Nascimento mostrava a arma para o amigo Eduardo Borges Nunes, 18 anos, quando a pistola de calibre 380 disparou.

Um adolescente de 17 anos morreu após ser atingido por um tiro da arma do pai, um policial militar aposentado, na madrugada de quarta-feira em Araucária (PR), na região metropolitana de Curitiba. João Vitor Gonçalves do Nascimento mostrava a arma para o amigo Eduardo Borges Nunes, 18 anos, quando a pistola de calibre 380 disparou.

De acordo com a Polícia Civil, os jovens eram muito amigos e Eduardo estava dormindo na casa de João Vitor. Após arrumarem os colchões, o filho do PM apareceu com a arma para mostrar a Eduardo. Com o cano apontado para si mesmo, João entregou a pistola para o amigo. Sem experiência no manuseio, Eduardo acabou efetuando um único disparou que atingiu o abdome de João.

O adolescente foi socorrido pelo próprio amigo, pelo pai e pelo irmão, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Eduardo foi autuado em flagrante por homicídio culposo. Ele foi solto após pagar fiança e irá responder o processo em liberdade. A arma estava registrada no nome do policial aposentado, mas não pertencia à corporação.

Fonte: Terra