Filho que matou mãe brutalmente diz que desenho animado Homer Simpson foi mandante do crime

Filho que matou mãe brutalmente diz que desenho animado Homer Simpson foi mandante do crime

Suspeito afirma que teria recebido instrução enquanto assistia ao desenho animado

Os personagens do desenho animado Os Simpsons são apontados por Marco Aurélio Santana de Souza Ribeiro, de 22 anos, como os responsáveis por ele ter matado a própria mãe. O jovem, que sofre de transtornos mentais e é usuário de drogas, pisoteou a cabeça da vítima, Gislaine Aparecida de Souza, de 45 anos, e ainda a agrediu com facadas e tesouradas. No dia do crime, quando questionado sobre o que havia feito, Ribeiro alegou que "serpente mata é esmagando a cabeça".

O delegado responsável pelo caso, Tiago Saraiva, decidiu ouvir novamente o suspeito nessa quinta-feira (4). Para Saraiva, o jovem é "confuso" e não tem "raciocínio coerente com o que ele fala". Ribeiro contou ao delegado que saiu com a mãe no dia do crime e encontrou R$ 10 perdidos na rua.

Com o dinheiro, ele comprou um papelote de cocaína e usou parte da droga ainda na rua, guardando o restante para quando chegasse em casa. Já no imóvel, que fica no bairro Floramar, região norte de Belo Horizonte, ele ainda tomou remédios controlados dados pela mãe e passou a ouvir falas conspiratórias dos personagens do desenho.

? Ele começou a ver TV e disse que ouvia o Homer Simpson [personagem do desenho animado] falar alguma oisa e ele foi interpretando como se a família estivesse contra ele e quisesse matá-lo.

Após as declarações do suspeito, Saraiva pretende encerrar o inquérito e encaminhar a documentação à Justiça, com o pedido para que seja feito um exame de sanidade mental no jovem. Questionado pelo delegado de estava arrependido pelo que fez, Ribeiro disse que sim e alegou que "ouve a voz da mãe na cabeça dele, cantando músicas tristes".

Entenda o caso

O crime aconteceu no dia 29 de agosto, no bairro Floramar, na casa onde mãe e filho moravam juntos. Militares receberam a denúncia de que Gislaine estaria sendo roubada. Ao chegarem no local, eles encontraram o corpo da vítima caído na copa. O suspeito foi encontrado dentro do banheiro e confessou ter assassinado a mãe.

Segundo relatos do jovem aos policiais, ele chutou Gislaine e, com a vítima caída ao chão, ainda pisoteou o rosto dela por diversas vezes. O rapaz também a cortou e esfaqueou em diferentes partes do corpo. Com a confissão, Ribeiro foi preso em flagrante e apenas justificou o crime dizendo que ?serpente mata é esmagando a cabeça".

Além de fazer uso de medicação controlada, o jovem é usuário de maconha, cocaína e crack. Ele já teria agredido a mãe em outra ocasião.

Fonte: r7