Filhos ouviram gritos da mãe antes ser morta pelo ex-marido

Filhos ouviram gritos da mãe antes ser morta pelo ex-marido

Acusado tirou as crianças de casa e colocou dentro do carro

Os filhos de 11 e 6 anos da mulher que foi assassinada pelo ex-marido, na manhã desta quinta-feira (6), no bairro de Valéria, presenciaram o crime. Segundo informações do delegado do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), Sérgio Schilang, apesar dos filhos do casal não está dentro de casa eles ouviram os gritos da mãe e perceberam o que acontecia.

? Segundo familiares, ele (ex-companheiro) teria tirado as crianças de dentro de casa, colocado no carro e voltou para agredir a mulher. É óbvio que a agressão levou algum tempo, por que pela situação houve briga, uma luta, uma resistência dela na tentativa de não morrer. E as crianças perceberam, ouviram esses gritos, ouviram essa confusão e participaram de alguma forma, mas não estavam lá (dentro da casa).

O técnico em edificações Otaciano Teles de Almeida, de 55 anos, esfaqueou a ex-companheira Doralice Santana dos Santos, de 33. O acusado não aceitava o fim do relacionamento.

Segundo as filhas do suspeito, ele chegou na casa da vítima por volta das 7h30, bateu no portão, disse que estava sem as chaves, e que iria pegar os filhos mais novos. Quando a ex-mulher deu acesso à casa, houve uma discussão, depois, Doralice foi agredida.

De acordo com a família do agressor, o relacionamento do casal era muito conturbado e eles discutiam com frequência.


Filhos ouviram gritos da mãe antes de morrer, diz delegado sobre mulher morta pelo ex

Fonte: r7