Flanelinha suspeito de matar bebê de cinco meses espancado com socos é preso pela polícia militar

Flanelinha suspeito de matar bebê de cinco meses espancado com socos é preso pela polícia militar

Mãe socorreu criança dizendo que ela caiu do berço, mas hospital chamou a polícia

Um homem foi preso suspeito de ter assassinado um bebê de cinco meses espancado na cidade de Dourados, a 255 km de Campo Grande (MS), na última segunda-feira (30). Segundo a polícia, a criança deu entrada no hospital com um quadro de traumatismo craniano, fraturas e hematomas pelo corpo, além de desnutrição, e acabou não resistindo.

A mãe da criança morava de favor na casa do suspeito. Ele era casado com outra mulher e os três adultos trabalhavam como flanelinhas na porta do shopping da cidade. A mãe levou a garota ao hospital dizendo que ela teria caído do berço, mas os profissionais que realizaram o atendimento desconfiaram e chamaram a polícia.

De acordo com o delegado Adilson Stiguivits, os três adultos foram presos e um apontou o outro como responsável pelas agressões. Depois, as duas mulheres acabaram confessando que o homem foi o responsável. As crianças que viviam na casa, filha do suspeito, também confirmaram a versão de que ele agredia a bebê.

O homem negou, mas acabou detido e indiciado por homicídio. A polícia investiga se as mulheres foram coniventes com o espancamento ou não denunciaram por medo, já que contaram que também apanhavam do homem.

O Conselho Tutelar foi acionado e apura as condições de vida das crianças que ainda estão na casa. Como o homem foi preso, elas permanecem no local, mas podem ser levadas para um abrigo a qualquer momento.

Fonte: r7