Fome leva fugitivo a se entregar à Polícia para poder comer na cadeia

Fome leva fugitivo a se entregar à Polícia para poder comer na cadeia

O "Buiú da Liberdade", foragido da polícia, se entregou porque não aguentava mais passar fome na rua.

Um homem que fugiu da Delegacia do João Paulo (2º DP) há três anos se entregou à polícia, durante a manhã desta quarta-feira. O motivo que o levou a tomar essa decisão foi ?a atual situação de miséria em que vivia".

Gelson Luís de Jesus Lima, 23 anos, conhecido também pelo apelido ?Buiu da Liberdade?, o fujão arrependido, contou com exclusividade a reportagem de O IMPARCIAL ONLINE, que passou todo esse tempo bairro da Liberdade, escondido na casa dos pais com a mulher e o filho.

A intenção de Gelson era largar a vida bandida, mas "ladrão não para, ladrão dá um tempo?. A frase retirada do filme Cidade de Deus ilustra perfeitamente o momento em que Gelson começou a roubar os próprios familiares para comprar drogas (maconha). Os pequenos furtos cometidos dentro da própria residência levaram o larápio a fugir e começar uma nova vida nas ruas de São Luís (MA). O que ele não esperava eram as dificuldades do dia a dia. Sem trabalho, lugar para dormir e viciado em maconha, Gelson logo começou a passar necessidades. ?Ninguém pode imaginar o que é passar semanas com fome, sem banhar, dormindo ao relento. Cansei de passar por tudo isso? declarou.

Depois de três semanas comendo o ?pão que o diabo amassou?, ele decidiu procurar o trailer da Polícia Militar na Camboa para se entregar e por fim a vida de sofrimento.

Os militares: Hilton e Pereira, mesmo não acreditando no que ouviram, resolveram levar Gelson para a Delegacia do João Paulo para averiguar a versão do rapaz. No DP a história extraordinária de Gelson foi confirmada e ele colocado novamente atrás das grades com um enorme sorriso no rosto. Para explicar o sorriso Gelson falou ser de felicidade, pois a partir de agora vai poder comer duas vezes ao dia, banhar e dormir em um lugar quentinho. ?Eu prefiro ficar preso comendo duas vezes por dia do que passar semanas com fome. Vou puxar minha bronca para poder sair de lá uma outra pessoa?, destacou.

Gelson fugiu, na época junto com outros dois presos que serraram a grade da cela e escapuliram. Pelo fato do jovem já ter sido autuado em flagrante em 2007, ele foi apenas transferido para o Centro de Detenção Provisória de Pedrinhas (CDP).

Fonte: Imparcial On Line