Foragida, sobrinha de delegado morto no Amazonas é capturada no PA; veja

Ela é suspeita de envolvimento no crime.

A sobrinha do delegado Oscar Cardoso, da Polícia Civil do Amazonas, assassinado com mais de 20 tiros na tarde de 9 de março deste ano, foi presa em Santarém, oeste do Pará, na tarde desta quarta-feira (19). Ela é suspeita de envolvimento no crime e estava foragida do estado do Amazonas.


Foragida, sobrinha de delegado morto no Amazonas é presa no PA

Karina Nascimento foi presa por uma equipe do Núcleo de Apoio e Investigação (NAI), da Polícia Civil de Santarém, quando estava na casa de familiares, no bairro Prainha.

O mandado de prisão temporária foi expedido pelo juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Anézio Rocha Pinheiro.

Karina passou por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal e foi encaminhada ao Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura, onde vai aguardar decisão da Justiça do Amazonas.

O advogado de defesa de Karina, Josemar Bercot, alegou que, antes de expedirem o mandado de prisão temporária da cliente, a mesma foi levada para depor na Delegacia Geral a ?base de agressões e xingamentos? por parte de policiais do Grupo Fera, do Amazonas. ?Eles tiraram ela [Karina] a força do velório do tio. A família montou um cerco para manter ela na cerimônia, mas eles apontaram armas para todos os familiares que tentaram impedir que ela fosse levada. Ela relatou que foi agredida dentro da viatura e chamada de diversos xingamentos. Eles queriam que ela apontasse o responsável pela morte do Oscar, mas ela não sabia?, disse.

A polícia do Amazonas deflagrou uma operação de Busca e Apreensão dos suspeitos da morte do delegado Oscar Cardoso na terça-feira (18). Entre os envolvidos, estão um empresário e um estagiário do Tribunal de Justiça do Amazonas.

Fonte: G1