Foragido, traficante "Nem" recebe atendimento em UPA, mas foge

O traficante teria sido atingido por um tiro ou passado mal após uma overdose de ecstasy.

Agentes da 15ª DP (Gávea) investigam as causas do atendimento médico do traficante Antônio Bonfim Lopes, conhecido como "Nem", suspeito de ser o chefe do tráfico da Favela da Rocinha, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Rocinha, na Zona Sul do Rio. "Nem" teve a prisão decretada pela Justiça, mas continua foragido. O Disque-Denúncia (2253-1177) oferece R$ 5 mil de recompensa a quem tiver informações sobre o paradeiro do traficante. O anonimato é garantido.


Foragido, traficante

A informação que o traficante esteve na unidade na segunda-feira (7) foi confirmada nesta manhã pelo delegado da 15ª DP (Gávea), Carlos Augusto Nogueira Pinto.

Os policiais ainda não sabem qual foi a causa do atendimento e investigam se o traficante teria sido atingido por um tiro ou passado mal após uma overdose de ecstasy.

A Secretaria municipal de Saúde disse que não tem informações do atendimento do traficante na unidade, mas garantiu que o funcionamento do local foi normal.

Fonte: G1