Fórum discute problemas das drogas no PI

A primeira discussão sobre a temática drogas realizada pela Fazenda da Paz ocorreu no ano de 2002

Nos dias 29 e 30 de maio, a Fazenda da Paz realizará no Cine Teatro da Assembléia Legislativa, o IV FORUM SOCIAL SOBRE DROGAS DO PIAUÍ com o tema ?JUVENTUDE versus DROGAS: a vida vale muito mais?. Além de prestarem esclarecimentos sobre o tema, durante dois dias, os 10 palestrantes estarão no Cine Teatro da Assembléia apresentando alternativas para enfrentar o problema das drogas. Entre os convidados estão o Subsecretário Antidrogas de Minas Gerais, Clóvis Eduardo Benevides, o especialista em Dependência Química, Ronaldo Guilherme Vitelli Viana e a Coordenadora do programa de Drogas e Redução de Danos da Fundação Municipal de Saúde, socióloga Deusa Viana.

A primeira discussão sobre a temática drogas realizada pela Fazenda da Paz ocorreu no ano de 2002. A realização daquele evento possibilitou a criação do Sistema Estadual de Políticas Públicas Sobre Drogas. Desde então, e mais especificamente no ano de 2006, a Fazenda da Paz reuniu um grupo de pessoas para discutir estratégias que possibilitassem o enfrentamento desse problema através da criação de um Centro de Referência sobre Drogas. Para viabilizar esse centro, foi criada no dia 27/7/08 a Lei Ordinária n° 5.775, 23 de julho 2008 (Lei Estadual Sobre Drogas) a exemplo do que já existe na esfera federal.

As discussões realizadas após os eventos também possibilitaram a criação de um guia para orientar instituições que desenvolvem trabalhos de recuperação de dependentes químicos. Para o organizador do evento, estudante de psicologia Ricardo Cruz que atua como voluntário da Fazenda da Paz, tão importante quanto a legislação estadual foi a criação do Conselho Estadual de Políticas Públicas Sobre Drogas. ?Esse Conselho permite a participação direta de outras ONG, bem como da sociedade civil organizada que pode interferir diretamente na proposta de soluções para o problema das drogas?, disse.

BREVE HISTÓRICO - A Fazenda da Paz é uma instituição idealizada pelo Padre Pedro Balzi em parcerias com leigos da Arquidiocese de Teresina/PI. Em junho de 1996, foi implantada pelo terapeuta Célio Luiz Barbosa. Desde então a Fazenda da Paz atua sem fins lucrativos na prevenção, tratamento e reinserção social de alcoolistas e farmacodependentes já tendo atendido a mais de cinco mil famílias de dependentes químicos oriundos de todos os Estados do Brasil.

Com capacidade para receber 120 internos, atualmente 83 pessoas com problemas em dependência química são tratadas pela equipe interdisciplinar de profissionais voluntários que atuam na instituição que foi reconhecida em caráter de utilidade pública Municipal e Estadual, através da Lei nº 5.314, de 17 de julho de 2003.

Com término das obras previsto para o segundo semestre, a Fazenda da Paz, em parceria com o Governo do Estado do Piauí, irá inaugurar mais um centro de reabilitação em dependência química com capacidade para 160 internos na Cacimba Velha.

Fonte: Assessoria